Você está aqui: Página Inicial / Empreendimentos / Coopervida

Coopervida

Coopervida – Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de São Carlos

A Coopervida é a cooperativa de catadores de materiais recicláveis de São Carlos e produz material beneficiado a partir de resíduos sólidos domiciliares, como, por exemplo, vidro, papel, papelão, alumínio, plástico, etc. O grupo é a união de três cooperativas de catadores da cidade de São Carlos. Estas três foram formadas nos anos de 2002 e 2003 a partir da retirada dos trabalhadores que atuavam no aterro sanitário da cidade. Em 2002, o município de São Carlos implantou o Programa Municipal de Coleta Seletiva por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia. A coleta era realizada semanalmente (através do sistema “porta a porta”) pelas três cooperativas de catadores que existiam na época: a COOPERVIDA, a COOLETIVA e a ECOATIVA.

Após muitos estudos e reuniões entre cooperativas, parceiros e apoiadores, identificou-se que a melhor estratégia para a coleta seletiva em São Carlos, seria a unificação dos três EES. Em março de 2010, foram unificadas, permanecendo o nome Coopervida – Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de São Carlos por motivos jurídicos, pois era a cooperativa que estava com toda a documentação regular.

A Coopervida possui um contrato de prestação de serviço com a Prefeitura Municipal de São Carlos, garantindo uma infraestrutura básica e estabelece um regime de pagamento quando a cooperativa atinge metas estabelecidas no contrato. A cooperativa, sendo um EES, ainda está presente nas diretrizes que regem o município quanto a Lei Municipal de Economia Solidária, além de ser contemplada também pela recém sancionada Lei Federal de Manejo de Resíduos Sólidos.

Atualmente é uma cooperativa regularizada, com CNPJ. Conta com um barracão, três caminhões e duas prensas fornecidas pela prefeitura (previstas no Contrato de prestação de serviço para o município). Ainda, como patrimônio da cooperativa, fazem parte uma UBP (Unidade de Beneficiamento de Plástico), equipamentos de escritório (2 computadores, 1 impressora e um armário com documentos) e uma picadora de papel. Entre seus cooperados predominam pessoas apenas alfabetizadas, negros e, a grande maioria, mulheres.   

Comemoração 10 anos da cooperativa

Foto da comemoração dos 10 anos de existência da Cooperativa de Coleta Seletiva de São Carlos (Coopervida), em seu novo barracão, localizado no Jardim Ipanema.

Atualmente, a Coopervida está com dois projetos em andamento, Funasa, onde foi contemplado com um valor de R$ 198.000,00 em equipamento e o Cataforte III - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias. O Cataforte III foi enviado pela rede na qual a Cooperativa participa junto com mais 12 cooperativas da região, Rede Anastácia, que é fruto da articulação do Comitê Anastácia, base orgânica do Movimento Nacional de Catadores. Os objetivos desta rede compreendem desde fortalecer as cooperativas, comercialização em conjunto quanto formação em políticas públicas, entre outros assuntos pertinentes.

No trabalho com os catadores, o grande parceiro do NuMI-EcoSol é a Prefeitura Municipal, através do Departamento de Apoio e Fomento à Economia Solidária (DAES). A Secretaria do Meio-Ambiente da Prefeitura também tem sido um parceiro presente. Pontualmente ainda conta-se com trabalhos de outras instituições da UFSCar, como os programas PET das Engenharia de Produção e Química, assim como as Empresas Jr. da mesma Eng. de Produção.

Além dos parceiros permanentes: NuMI-EcoSol UFSCar e Prefeitura Municipal (que estão presentes desde o inicio dos trabalhos dos catadores em São Carlos), os catadores já contaram com inúmeros parceiros pontuais ao longo dos nove anos de serviços prestados ao município, tais como: empresas privadas (tanto locais, nacionais e multinacionais), UniSol, UniTrabalho, Banco do Brasil, etc.