Você está aqui: Página Inicial / Extensão / Projetos Atuais

Projetos Atuais

Atualmente o NuMI-EcoSol vem desenvolvendo atividades relacionadas a três editais ao qual fomos contemplados, PROEXT 2015 E 2016 e PROEX 2016.

Edital PROEXT-MEC 2015 (Contemplado com 2 Programas)

  • Programa "Promoção da Segurança Alimentar e Nutricional: produção, acesso e consumo de alimentos saudáveis no município de São Carlos - SP"
  • Resumo: A Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) compreende aspectos da alimentação relacionados à produção, comercialização (acesso) e consumo (escolha, preparo e acondicionamento) dos
    gêneros alimentícios. O estilo de vida atual aliada com a grande quantidade de propaganda e oferta de
    alimentos industrializados, estes com muitas substâncias nocivas à saúde, tem gerado um grande
    contigente de obesos, cardiopatas, diabéticos entre outras doenças.
    O NuMI-EcoSol, órgão de fomento à Economia Solidária - uma alternativa de organização de
    atividade laboral a partir de pressupostos tais como solidariedade, cooperação, autogestão,
    propriedade coletiva dos meios de produção, distribuição mais igualitária dos ganhos,
    participação política, etc. -, propõe, por meio de uma frente de trabalho sua denominada
    Educação, Saúde e Cidadania, um programa que aborde os três âmbitos da SAN, com foco em um
    bairro em vulnerabilidade social: 1 - aborde a produção de alimentos com crianças e jovens, por
    meio de uma horta orgânica pedagógica, situada em um espaço público no entorno do bairro; 2 -
    aborde a comercialização a partir do fomento à uma feira de alimentos no bairro em questão, como
    principal estratégia para a população ter acesso a alimentos saudáveis e a preços mais justos e; 3
    - aborde o consumo, por meio de orientações à população em relação a como escolher,
    preparar, acondicionar e evitar alimentos
  • Programa "Apoio à organização política comunitária e ao controle social de políticas públicas de Economia Solidária em São Carlos-SP com referência na metodologia da educação popular"
  • Resumo: Este Programa tem como objetivo desenvolver processos pedagógicos para criar e fortalecer Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) e a organização popular para a participação social na construção e no controle das políticas públicas de Economia Solidária em São Carlos-SP. Por meio da construção de diálogos pautados nos princípios da Educação Popular entre trabalhadores e trabalhadoras da Economia Solidária em São Carlos, assim como com outros sujeitos sociais que tenham interface com a temática, buscará a consolidação de EES e o fortalecimento da participação nos espaços de organização coletiva. Apresenta-se como metas a retomada do Fórum de Desenvolvimento Local do Jardim Gonzaga e Monte Carlo, o fortalecimento do Fórum Municipal de Economia Solidária e o aprimoramento da participação de seus membros fortalecendo a sua incidência em espaços participativos e de controle social. O programa alia ações junto ao movimento de Economia Solidária à formação de seus agentes e de estudantes de graduação por meio da participação na elaboração e vivência das metodologias e sistematização do conhecimento. Busca-se, portanto, dialeticamente, orientar e avançar na consolidação financeira das iniciativas de Economia Solidária e consequentemente nos atores da Economia Solidária, a partir de processos educativos pautados na realidade social, organização e mobilização de sujeitos que lutam por seus direitos. A sustentabilidade econômica fortalece o movimento social, contribuindo para a construção da cidadania a partir dos princípios que se baseia na autogestão, na cooperação e na participação política.

 

Edital PROEXT-MEC 2016 (Contemplado com 1 Programa e 1 Projeto)

 

  • Programa "Fomento ao Cooperativismo Social em São Carlos e Região"
  • Resumo: A presente proposta visa apoiar o grupo de geração de trabalho e renda RECRIART (EES composto atualmente por 20 pessoas com transtorno mental usuárias do CAPS II e de USF's do município de São Carlos) no processo de formalização como cooperativa social, bem como sensibilizar grupos de pessoas em desvantagem social das Regiões Central, Centro-Leste e Sudeste do Estado de São Paulo para a constituição de iniciativas de inclusão social pelo trabalho, fundamentadas nos princípios da economia solidária, com vistas à implantação de cooperativas sociais. Pretende-se também estimular o grupo RECRIART que se encontra em processo de incubação pelo Núcleo Multidisciplinar e Integrado de Estudos, Formação e Intervenção em Economia Solidária (NuMI-EcoSol), desde 2006, a assumir o protagonismo no processo de formação e implantação destes grupos. A
    estratégia geral do projeto é produzir conhecimento científico e tecnológico visando aprofundar o
    debate conceitual e metodológico relativo à Saúde Mental, Desvantagem Social, Inserção Laboral,
    Cooperativismo Social e Economia Solidária simultaneamente à ação na realidade social e à
    formação de diferentes atores sociais. O projeto deverá beneficiar, diretamente, cerca de 300 pessoas
    em desvantagem social e, indiretamente, seus familiares

 

  • Projeto: Desenvolvimento de Estratégias para Fortalecimento de Rede de Cooperativas de Catadores de
Materiais Recicláveis no interior do Estado de São Paulo / SP
  • Resumo: O presente projeto se insere no contexto da promoção do incentivo à construção e consolidação de formas associativas geradoras de laços de solidariedade por meio do fortalecimento de uma rede de cooperação econômica entre cooperativas e associações situadas em diversas cidades no interior do Estado de São Paulo, com enfoque em Empreendimentos de Economia Solidária (EES) de atividade econômica de coleta seletiva, triagem, beneficiamento e comercialização de resíduos sólidos. O foco estratégico desta proposta é aprimorar e produzir conhecimento científico e tecnológico em coerência com a realidade dos grupos populares, de forma a contribuir na práxis transformadora dos atores sociais protagonistas deste processo, dando ênfase ao debate conceitual e metodológico voltado ao fortalecimento e constituição de redes de cooperação entre EES. O projeto visa favorecer as famílias de membros de empreendimentos solidários, já existentes, em suas estratégias local e regional, a partir da geração de trabalho e renda por meio da expansão das atividades produtivas destes EES, com ênfase na cooperação em rede, colaborando para o desenvolvimento integral dos atores sociais mobilizados na transformação social por meio da Economia Solidária. Além disso, o projeto visa atender às demandas municipais de gestão de resíduos sólidos, frente às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010. Como resultado deste projeto, espera-se contribuir para o fortalecimento dos EES envolvidos e estruturação da gestão de resíduos sólidos dos municípios envolvidos, bem como gerar conhecimento a ser disponibilizado, não somente para a comunidade acadêmica, como também para a multiplicação de iniciativas semelhantes na sociedade

Edital PROEX 2016 (Contemplado com 1 Programa)

  • Programa: Estruturando a comunicação no NuMI­EcoSol: socialização das atividades fomentando a extensão.
  • Resumo: O conhecimento acadêmico precisa ser sistematizado e socializado com os pares e para pessoas que tenham interesse na temática que sejam da comunidade externa. Preocupados com isso e
    considerando a quantidade de atividades que desenvolvemos, foi definido pela equipe geral do NuMI­
    EcoSol, que constituiríamos uma comissão de comunicação de forma a democratizar o saber
    produzido e por em prática a transparência do trabalho, tornando acessível o que se produz na
    temática da economia solidária, enquanto proposta diferenciada para as relações sociais e inclusão
    social